geral@ianorq.co.ao
(00244) 930011313/914232088

Single Blog Title

This is a single blog caption

INSTITUTO QUER IMPOR TARIFAS MAIS JUSTAS NO MERCADO

//
Publicado Por
/
Comentários0
/
Categoria

Por: Jornal de Angola

Instituto quer impor tarifas mais justas no mercado

1 de Agosto, 2017

O Instituto Angolano de Normalização e Qualidade (IANORQ) está a verificar os sistemas de gestão de parques de estacionamento de Luanda, para impor maior transparência no valor pago pelos utentes, revelou ontem o instituto, em comunicado.

O Instituto Angolano de Normalização e Qualidade disse que pretende assegurar o rigor e a exactidão das medições realizadas pelos sistemas de gestão de parques de estacionamento pagos, obter comparações e a confiança dos consumidores finais, assim como certificar que o utente só paga pelo tempo de estacionamento que utilizou.
“Esta é uma acção que se enquadra no Plano Estratégico da Instituição que visa, de forma geral, informar a sociedade sobre a nossa missão, formar e sensibilizar os agentes económicos sobre a importância dos três pilares da qualidade, nomeadamente, a normalização, a metrologia e a qualificação”, afirmou, no comunicado, o Director-Geral do Instituto Angolano de Normalização e Qualidade.

Laurentino Canga explicou que, “no que diz respeito à metrologia, temos a destacar o desenvolvimento das actividades de verificação metrológica dos equipamentos de medição e as metodologias utilizadas por prestadores de serviços em geral”, para o que foram notificados “todos os gestores de parques de estacionamento pagos de que está em curso esta acção, alicerçada ao abrigo da Lei 17/02, de 13 de Dezembro, sobre os padrões de pesos e medidas”.
O Director-Geral do Instituto Angolano de Normalização e Qualidade declarou que as empresas operadoras estão a colaborar. “Naturalmente, contamos com a colaboração de todos”, disse.
O Instituto está a expandir o controlo metrológico, alargando os serviços medidos à unidade de tempo uma vez que, até agora, a sua actividade se resumia à verificação metrológica de balanças (unidade massa) e bombas de combustível (volume).

Deixe um Comentário